Como parte de sua atualização de recursos de texto e voz, a Steam começou a liberar novas funcionalidades para todos os seus usuários.  A plataforma de games de propriedade da Valve está cada vez mais tentando competir com o popular aplicativo de bate-papo Discord e finalmente embarcou em uma missão para implementar alguns recursos populares e muito necessários para o cliente Steam em junho quando lançou uma versão de testes do seu novo Steam Chat. Agora, esses recursos parecem estar funcionando enquanto o Steam tenta reconquistar parte do número de clientes que a Discord  arrebatou desde que a empresa foi lançada há três anos.

Entre as novidades temos, principalmente, a versatilidade de design e bate-papo. Agora você pode compartilhar GIFs e links sociais e de vídeo com amigos no Steam Chat, classificar amigos por favoritos, agrupar seus amigos por jogo e por grupo e manter bate-papos em grupo com recursos projetados similares aos servidores do Discord. O Chat também oferece um bate-papo de voz integrado com muitas das mesmas vantagens da concorrente, como canais e links convidativos.

Resta saber se o movimento será o suficiente para que a Stem reconquiste os usuários que migraram para o Discord. Discord em pouco tempo se transformou no aplicativo de bate-papo de voz mais utilizado pelos jogadores de PC, assim como a Steam se tornou a loja mais requisitada. Mas, como a Discord possui um melhor desempenho com a conversa real acontecendo durante os jogos de PC, ela se tornou uma plataforma popular de bate-papo social, com comunidades públicas e privadas e bate-papos de grupos que abrangem 130 milhões de usuários registrados.

Capturando e retendo os perfis de dezenas de milhões de fãs de jogos para PC, a Discord é talvez a única plataforma que poderia rivalizar com o Steam quando se trata de distribuição de jogos, conforme análise do SuperData Research. Isso dá a Discord uma vantagem que nem mesmo a Electronic Arts, a Microsoft ou a Ubisoft conseguiram, apesar de cada uma dessas empresas manter suas próprias plataformas de autenticação de usuários, como a Origin, por exemplo.

De acordo com o responsável pela pesquisa da SuperData

“Anteriormente, a Steam era inestimável não apenas por causa de sua vitrine, mas porque facilitava as conexões sociais entre os jogadores”

“Em 2011, a Electronic Arts recebeu críticas após sair do Steam para formar sua própria vitrine, a Origin. Na época, os jogadores temiam uma ladeira escorregadia de várias empresas deixando o Steam, resultando na necessidade de manter listas de amigos em uma ampla gama de plataformas. Agora, Discord é o lugar onde as principais listas de amigos dos jogadores vivem, não o Steam. ”

Contudo não existem indicações de que a Discord planeja lançar uma loja de jogos digitais em breve, mas se isso ocorresse, certamente se tornaria uma ameaça instantânea ao Steam. Logo é compreensível de entender o movimento da Valve de tentar se tornar o produto mais atraente. A empresa tem sido capaz de descansar sobre suas conquistas por anos, sabendo que mantém a maior loja atualmente. Mas, como diz o nome, a Discórdia entrou em jogo para balançar o sistema de mercado da empresa e se transformou em uma formidável alternativa.

No embate entre Discord e Steam, com quem você fica?