Marvel: Ultimate Alliance 1 e 2, jogos de simulação que colocam o jogador no controle de diversos personagens da Marvel, além de adaptar famosos arcos das histórias em quadrinhos da casa das ideias, como Guerra Civil, foram removidos de todas as plataformas de vendas digitais, Xbox Live, PlayStation Store e Steam.

A não ser que você tenha uma cópia da versão original do jogo ou tenha adquirido uma digital, no lançamento ou remasterizada, será bem difícil conseguir uma nova após essa exclusão feita pela Activision, que também fez o mesmo com o jogo do Deadpool, outro jogo da Marvel pela desenvolvedora e que conseguiu uma sólida base de fãs

Em Marvel: Ultimate Alliance, jogo lançado originalmente em 2006, jogadores podem formar times de até 4 super-heróis da Casa da Ideias em uma missão divertida centralizada na mecânica de um jogo de ação com elementos de RPG, como customização de até 140 fantasias espalhadas para todos os personagens, novos poderes, árvore de experiência e muito mais.

A primeira edição do jogo começa quando Dr. Doom e os Mestres do Mal atacam o Aeroporta-aviões da S.H.I.E.L.D., o U.N.N Alpha e Nick Fury envia um pedido de socorro que é atendido por Capitão América, Homem Aranha, Thor e Wolverine. Ao logo desta primeira missão, os heróis enfrentam vilões como Escorpião, Soldado Invernal, Homem Radioativo e o dragão Fing Fang Foom.

Já em sua sequência Marvel: Ultimate Alliance reinterpreta o famoso evento conhecido como Guerra Civil, em que heróis se enfrentam devido a imposição do ato de registro. De um lado Capitão América e seu time, do outro Homem de Ferro e seus apoiadores – além do governo.

Aclamados pela crítica, especialmente pela mecânica e o casamento da ação com elementos de RPG, além da customização e ampla variedade de heróis, Marvel Ultimate Alliance definitivamente fará falta para as futuras gerações de jogadores.